Ferramenta de Pesquisa

Foto: Léo Bueno/CMC

 

 

O valor é o maior repasse da história do Poder Legislativo de Cachoeirinha

 

Ao final do ano de 2020, a Câmara de Vereadores vai repassar mais de R$ 3.500.000,00 (três milhões e meio de Reais) para os cofres da Prefeitura.

No inicio da pandemia, a Câmara de Vereadores se disponibilizou para abrir mão de parte dos seus recursos para que os valores fossem investidos em um fundo específico para o combate ao Covid-19, mas naquele momento a prefeitura recusou a oferta, pois havia recursos federais disponíveis para o combate a pandemia. 

Mesmo com a recusa, a Mesa Diretora da Câmara, que é presidida pelo Vereador Edison Cordeiro, ordenou que somente gastos essenciais fossem autorizados, para que em caso de uma necessidade, a Câmara pudesse auxiliar com o repasse desses recursos.

 

"Deixamos de investir na renovação de equipamentos e na infraestrutura da Casa, para que em uma eventual emergência pudéssemos auxiliar o Poder Executivo", comenta Edison Cordeiro.
 
Junto com o repasse, será encaminhado um documento assinado pelos vereadores da Mesa Diretora, solicitando que a prefeitura invista estes valores extras para a retomada das obras da EMEI Central Park que está parada, juntamente com a creche projetada do Loteamento Chico Mendes. Ou ainda, que a totalidade desses recursos sejam investidos na construção da nova EMEF Deolinda, que já tem sua fundação construída no antigo campo do Maisonave no bairro Princesa Isabel.
 
"Se a Prefeitura decidir investir esses recursos extras nas EMEIs ou na nova EMEF Deolinda, ela vai beneficiar centenas de famílias da nossa cidade. Investir nas crianças nunca é demais", finaliza Cordeiro.